[ editar artigo]

Alunos tímidos: como estimulá-los no EAD?

Alunos tímidos: como estimulá-los no EAD?

Antes da pandemia do coronavírus, o ensino online já existia, com cursos inteiramente a distância ou como um complemento para o ensino híbrido.  

Entretanto, com a necessidade de suspender as aulas presenciais, o EAD tornou-se a única maneira de continuar os programas educacionais durante o período.

Com isso, surgiu a necessidade por parte dos educadores de promover interação por trás da tela, explorando os mais variados perfis de alunos.

Mas, como estimular aqueles alunos tímidos a participarem da aula?

Confira alguns passos possíveis para alunos de EAD diminuírem a timidez!

Respeite a timidez do aluno

Considerando a existência de inúmeros perfis de alunos, é provável que existam aqueles que se comportam de maneira extrovertida e participam mesmo no EAD, realizando perguntas a todo instante, muito engajados em eventuais atividades.

Por outro lado, numa mesma sala, podem existir alunos que, por insegurança ou por opção própria, não participam ativamente como os outros. Nesse caso, considere sempre as diferentes maneiras de aprendizado de cada um, e não os force a ultrapassar a timidez de maneira brusca. Em alguns casos, apenas por ouvir a explicação, ele consegue compreender bem o conteúdo e seu aprendizado é otimizado.

Entretanto, para estimular de alguma forma a interação, atividades em grupo podem ser uma boa opção. No caso do ensino online, é possível em alguns casos criar salas separadas para que pequenos grupos discutam paralelamente a chamada principal, ou simplesmente definir algum tempo para que os estudantes conversem via chats e apresentem suas ideias, dúvidas e contrapontos para a turma depois.

O momento em grupo, com pessoas de sua proximidade, pode ajudar o aluno a deixar a timidez de lado e sentir-se mais aberto a expor o que foi discutido. Isso pode ser uma grande dinâmica para as salas desde o ensino fundamental até a faculdade, apenas adaptando o momento de acordo com o conteúdo desejado.

Aproveite os potenciais do digital

O ambiente digital pode representar incertezas, mas certamente possui inúmeros potenciais positivos a serem explorados que se destacam na hora do EAD.

Diferentes programas online, sites e funcionalidades podem gerar dinâmicas e brincadeiras de extrema ajuda na hora de estimular alunos tímidos- e animar a sala como um todo, incluindo os próprios professores.

Para o caso de crianças mais novas, nos primeiros anos do ensino fundamental, por exemplo, plataformas como o Kahoot podem gerar momentos de interação capazes de driblar a timidez, pois funcionam como uma diversão entre os alunos e, ao mesmo tempo, podem ser adaptadas para abordar o conteúdo de maneira leve e prática.

Turmas de ensino médio e faculdade podem adaptar-se melhor aos debates: relacionar algum filme ou série pode gerar mais entusiasmo e abrir espaço para que alunos normalmente mais tímidos compartilhem visões sobre o assunto, devido à suas possíveis proximidades com produções audiovisuais.

Para crianças pequenas, propor atividades a partir de produções visuais pode ser de grande utilidade. Assistir a um vídeo curto explicativo de algum desenho, ou incentivar o uso de músicas dessa faixa etária na sala de aula virtual são opções.

Essas atividades podem ser atreladas à uma dinâmica de discussão em pequenos grupos ou duplas, criando um momento de extroversão entre educadores e estudantes. Pode não fluir logo na primeira tentativa, mas, aos poucos, mesmo os alunos tímidos podem sentir-se mais confiantes e estimulados a interagir espontaneamente durante esse contexto de ensino.

 

 

Professores Exponenciais
InterEDTech Tecnologias Educacionais
InterEDTech Tecnologias Educacionais Seguir

Promovemos oportunidades de novos negócios educacionais para Instituições de Ensino Superior a partir da oferta de cursos remodelados para atender as principais tendências profissionais e acadêmicas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você